Ensino Fundamental Projeto "Desenvolvimento Psicomotor", com Professor Hugo Castilhos, de Educação Física.

Ensino Fundamental

Neste nível de ensino, o aluno adquire conhecimento sobre a realidade física, social, política, tecnológica, artística e espiritual. O desenvolvimento do raciocínio e da construção do senso crítico é priorizado através da resolução e análise de problemas envolvendo situações da vida cotidiana. 

  • Ensino Fundamental I
  • Ensino Fundamental II

Somos La Salle Esmeralda

É bom estudar no La Salle Esmeralda, pois aqui além de aprender muitas coisas, como escrever e calcular, fazemos amigos e convivemos com uma grande família. Em outras escolas acredito que não haja esse cuidado e acolhida diariamente. No La Salle Esmeralda os professores não se preocupam apenas com as notas e sim com a história de vida de cada aluno, com seu crescimento em todas as áreas do conhecimento.

Liliane Kolling Ex-aluna da Escola Fundamental La Salle Esmeralda, professora de Anos Iniciais na Instituição há mais de 15 anos.

Escolhi a Escola La Salle Esmeralda primeiramente por se localizar próximo a minha casa, pois uma de minhas filhas necessitava de atendimento de saúde especializado. A escola sempre nos apoiou e deu condições para que minha filha conciliasse o tratamento de saúde com os estudos. Além disso, acredito que o ensino é forte, gosto do tratamento dados pelos professores às minhas filhas. Elas participam das atividades diárias da Escola e freqüentam assiduamente os grupos de estudo e pesquisa do contra-turno escolar.

Paula Simone Terres Miranda 36 anos, mãe das alunas Paola e Pâmela Miranda Vieira.

Gosto de vir à Escola Esmeralda para estudar porque ela é muito bonita e tem coisas que só existem aqui. Já tive quatro professoras diferentes aqui, gostei muito de todas elas pois eram muito carinhosas e gentis comigo.

Charlesson Oliveira da Silva 11 anos

Essa Escola é uma das melhores. Muitas pessoas desejam estudar nela por ser reconhecida pelo mundo inteiro e os professores são ótimos. Meu sonho é me formar no La Salle Esmeralda.

Luiz Henrique Araújo Braga 11 anos

Gosto de estudar no La Salle Esmeralda, sempre estudei aqui. As aulas de matemática são minhas preferidas, mas gosto também das aulas de informática, de ir a biblioteca e jogar ping pong. Uma das coisas de que mais gosto é participar das reflexões no pátio. Participei de todas as edições do concurso Soletrando, e conquistei o 1º lugar duas vezes, no 3º e no 4º ano. As aulas de educação Física são sempre diferentes e criativas.

Alecsander Seixas Dornelles 10 anos

Comecei a estudar aqui primeiro, depois minha mãe indicou a Escola para que minha tia matriculasse a Lígia. Somos primos e nossas mães acreditam na qualidade do ensino do La Salle Esmeralda.

Eslly Rafael Pereira (ex-formando do ano de 2012) e Lígia Maria Velasques Pereira. 17 e 16 anos, respectivamente.

Principais Projetos Desenvolvidos

  • Ter Saúde e Viver numa Boa
    Fechar
    Salada de Frutas - Alimentação Saudável
    Ginástica Laboral - Prática de Esportes

    Ter Saúde e Viver numa Boa

    Promove a conscientização dos alunos na preservação e valorização da saúde bucal e da boa aparência, motivando a prática de ações diárias de prevenção de doenças e manutenção da saúde (3º e 4º anos).

  • Tardes de Encantamento
    Fechar
    Atividades recreativas na Semana de La Salle, com alunos do turno da tarde.

    Tardes de Encantamento

    O recreio e um momento de lanchar, de lazer e de descansar. Considerando isso, os dois Grupos de Jovens da Escola se mobilizaram para transformar este tempo em atividades lúdicas, pedagogicamente organizadas, proporcionando interação e integração entre os estudantes, construindo e reforçando as relações sócio-afetivas.
    Os estudantes realizaram uma seleção das principais brincadeiras infantis, analisadas do ponto de vista do desenvolvimento infantil e cultural das crianças. As brincadeiras escolhidas pela crianças incluem jogos com cordas, bambolês, bolas, brinquedos de chão (amarelinha, caracol), rodas cantadas e outras mais do folclore infantil gaúcha.
    Uma das prioridades da Escola é nortear nossos jovens em suas opções de escolha. Este Projeto promove situações facilitadoras que servem de suporte para estas ações. Os jovens refletem sobre o ato de ajudar, cuidar e amar o outro. Afirmamos com orgulho fazermos parte de uma Comunidade Educativa em que o espírito de solidariedade está sensivelmente presente nas relações.

    Objetivos:
    Integrar os estudantes das diversas turmas e idades em um momento de lazer;
    Oportunizar o desenvovlimento de uma postura mais solidária e compartilhadora;
    Fortalecer o protagonismo juvenil e o exercício da cidadania.

    Público-alvo:
    Educandos do 1º ao 4º ano do Ensino Fundamental, turno da tarde.
    Monitores: Educandos de 6º, 7º, 8º anos e 8ª série, ex-alunos participantes do Grupo de Jovens.

    Resultados esperados:
    Aprendizagem na resolução de conflitos;
    Desenvolvimento do espírito de solidariedade;
    Incentivo à partilha dos materiais pedagógicos e de lazer;
    Mudança na postura e comprometimento dos participantes do Grupo de Jovens;
    Estímulo ao protagonismo juvenil.

    Brincar é direito da infância. Essa é a primeira razão para que se defenda, em todas as instâncias da sociedade, que a criança tenha tempo, espaço e liberdade para brincar. Brincar possibilita a formação de estruturas internas que estão relacionadas a vários aspectos do desenvolvimento. (LIMA, 2009 p.3).

    Referências

    LIMA, Elvira Souza de. Brincar para quê?, São Paulo: Inter Alia Comunicação e Cultura, 2009.

  • Jornal Notícias de Última Hora
    Fechar
    Grupo de editores premiados no ano de 2012, junto à professora Carla Leite, de Língua Portuguesa.

    Jornal Notícias de Última Hora

    Com o objetivo de compreender as fases do mundo contemporâneo por meio de produções nas áreas de História, Português, Geografia e Artes, os aluno da 8ª série, turma 81, produzirão um jornal interdisciplinar.
    O mesmo será exibido digitalmente através de Revista Digital, com entrevistas extensivas aos colegas, moradores e membros da comunidade educativa, contendo mostras artísticas e produções culturais.
    O presente Projeto terá a coordenação da professora Carla Leite, auxiliada pelo responsável pela comunicação da Escola, Robson Zeni, na construção da revista.