22/03/2018 - 17:17
Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento do Amazonas como tema da 27ª Aula Magna da Faculdade La Salle

A Faculdade La Salle Manaus realizou na noite de quarta-feira (21), a 27ª Aula Magna de sua história. O evento que ocorreu no Teatro La Salle, contou com a presença de acadêmicos de todos os cursos da instituição, além de professores, coordenadores de curso e convidados especiais.

Como já é tradição, o objetivo das Aulas Magnas da Faculdade La Salle é proporcionar aos acadêmicos por meio da troca de experiências com profissionais gabaritados, um novo olhar sobre um determinado tema de interesse geral.

Dando início a cerimônia, o Diretor Geral da Faculdade La Salle, Ir. Alvimar D’Agostini, fez a abertura oficial do evento. Em seu discurso, ele agradeceu a presença dos alunos, professores, coordenadores e ainda, a ilustre presença do palestrante da noite, Luiz Almir de Menezes Fonseca. Ressaltou também a importância da Faculdade La Salle na formação de pessoas capacitadas.

“A Faculdade La Salle sempre teve e continuará tendo uma preocupação especial com o desenvolvimento regional. Em todos os seus documentos está impresso este princípio, portanto é uma instituição que busca formar pessoas que possam intervir continuamente no progresso do Estado e da nossa cidade e fazemos isso principalmente através da formação das pessoas”, destacou o Diretor Geral.

Após a cerimônia oficial de abertura, todos os presentes puderam apreciar a palestra “Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento no Estado do Amazonas”. Presidida por, Luiz Almir de Menezes Fonseca, secretário da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência Tecnologia e Inovação (Seplancti).

O foco da palestra foi mostrar que através desses eixos norteadores da secretaria, é possível fazer do Estado do Amazonas uma potência econômica e social.

“A oportunidade de negócios no Amazonas está relacionada com a implicação futura, mas pra ter um futuro é preciso construir aqui e agora. Além disso, as oportunidades de negócios deverão estar inseridas dentro de uma agenda de construção coletiva público/privada, o Estado precisa incentivar a iniciativa privada pra ela crescer e gerar empregos. E ainda, uma visão estratégica de desenvolvimento deve ser compartilhada entre governos, lideranças empresariais e sociais. Eu não posso desenvolver um trabalho sem que a sociedade seja ouvida, porque é na sociedade que se sente os resultados das políticas públicas”, ressaltou o palestrante.

Ao término da palestra, houve uma mesa redonda onde o palestrante respondeu à algumas perguntas do público, uma maneira de esclarecer dúvidas e complementar os assuntos abordados anteriormente.

 

 



Confira a galeria de fotos e vídeos
Buscar
Seção
Área
Período
A partir de
até
Voltar