22/11/2018 - 14:11
Violência nas escolas
Dados foram debatidos no fórum que ocorreu na noite de quarta-feira, 21/11 no auditório da Faculdade La Salle Estrela
 
Um dos problemas mais comuns nos últimos anos na educação é o fator violência. Para mensurar a dimensão dessa dificuldade na rede pública de ensino do Vale do Taquari, a Faculdade La Salle Estrela realizou uma pesquisa inédita no interior do estado.
 
Foram aplicados questionários para 108 professores da rede pública de escolas de Lajeado, Estrela e Teutônia. Os dados mostram que 60% dos entrevistados percebem que há violência no ambiente escolar e 88% dos professores acreditam que a violência em casa influencia a violência na escola. Mesmo assim, ainda, a maioria considera a escola um local seguro.
 
Além de questões específicas sobre violência nas escolas, os professores ainda responderam sobre a sobre as condições de trabalho da rede pública estadual e municipal de ensino das séries finais do ensino fundamental.
 
A diretora Acadêmica da Faculdade, Andréa Gerhardt, analisa que as informações permitirão as secretarias de educação e os gestores escolares a realizarem ações no que tange a formação de docentes na prevenção da violência e trabalhos conjuntos entre a comunidade escolar (escola, família e órgãos competentes). 
 
Já o Coordenador da Pesquisa, Professor Marciano Bruch, avalia que a pesquisa trouxe resultados estratégicos que poderão servir de parâmetro governamental também. Cita que a pesquisa pode ser ampliada para qualquer município do Vale do Taquari.
 
A pesquisa
A pesquisa é da Faculdade La Salle Estrela, com apoio da Fundação La Salle e Câmara do Comércio, Indústria e Serviço (Cacis) de Estrela. Foi realizada por acadêmicos pesquisadores selecionados por edital e posteriormente treinados para aplicação dos questionários. Eles entrevistaram 108 professores de escolas públicas das cidades de Estrela, Lajeado e Teutônia. A pesquisa tem confiabilidade de 95%.
 
Outros números sobre a Educação
- 48% professores de Escola Estadual, e 52% professores de escola Municipal
- 45% dos respondentes atuam a mais de 16 anos na docência
- 58 professores relatam que o que mais os motiva no exercício de sua profissão é o Agradecimento/Reconhecimento por parte dos alunos
- 50% dos professores concordam que há falta frequente de professores na escola
- 83% dos professores afirmam que são reconhecidos no exercício de sua profissão pela equipe diretiva.
- 60% dos Professores afirmam que são reconhecidos no exercício de sua profissão pelos pais/responsáveis.
- 82% dos professores sentem se seguros para exercer suas atividades escolares.
- 60% dos professores percebem que há violência no ambiente escolar.
- 88% dos professores acreditam que a violência em casa influencia a violência na escola.
 
Números complementares
Cidades: Estrela, Lajeado e Teutônia
Aplicação: Setembro e Outubro de 2018
Por gênero: 75% feminino, 25% masculino
 


Buscar
Seção
Área
Período
A partir de
até
Voltar